FANDOM


Amita
Amita2
O Tigre
Nome: Amita
Estado: Opcional
Papel: Aliada
Antagonista (opcional)
Idade: 25
Data de nascimento: 1989
Lugar de nascimento: Kyrat
Data da morte: 2014 (opcional)
Causa da morte: Tiro no tronco dado por Ajay (opcional)
Morta por Ajay ou Hurk (opcional)
Nacionalidade: Kyrati
Altura: 1.70 m
Cor do cabelo: Preto
Cor dos olhos: Castanho
Peso: 52 kg
Residência(s): Kyrat
Afiliações: Ajay Ghale
Sabal
Caminho Dourado
Bhadra
Kanan
Darpan
Profissão: Líder do Caminho Dourado
Experiente em: Arco e flecha
Ator/Atriz: Janina Gavankar
Dublador(a): Cacau Melo
Jogo(s): Far Cry 4


"Tenho que sacrificar nossa liberdade pela paz vindoura. Você pode ficar na linha, ou sair do caminho."
―Amita após se tornar líder, para Ajay[fonte]

Amita é uma personagem que aparece em Far Cry 4. Juntamente com Sabal, ela é uma das líderes do Caminho Dourado. Diferentemente de Sabal, que é mais centrado nas tradições passadas de Kyrat, Amita está mais interessada em modernizar o país.

HistóriaEditar

Amita nunca conheceu seus pais. Ela foi criada por um tio e tia, que nunca a apoiaram o Caminho Dourado sob as regras do seu líder, Mohan Ghale. Entretanto, Mohan nunca foi o preferido de Amita. Ela detesta o seu legado e acreditava que ele estava lutando para manter Kyrat nos modos antigos, e que dessa maneira, mesmo que fossem vitoriosos, o país ainda poderia ser oprimido pela tradição.

Amita é parte da nova geração do Caminho Dourado, assim como Sabal ela tem sido fundamental em trazer a rebelião de volta para uma força que pode realmente fazer a diferença. O que Amita faltava em idade, ela compensava com paixão e inteligência, e é considerada a primeira mulher a integrar oficialmente as fileiras do Caminho Dourado, pegar em armas, formação e lutando ao lado dos homens, marcando uma mudança em papéis tradicionais.

Ela rapidamente percebeu que o Caminho Dourado estava falhando porque eles estavam travando uma guerra que não podiam dar ao luxo de perder. Amita sabe que a infra-estrutura de Kyrat é ruim e mesmo com independência, eles não terão os meios para reconstruir sem primeiro estabelecer uma base financeira sólida. Para este fim, ela acredita em usar Kyrat como um narcotráfico para financiar o Caminho Dourado.[1]

Far Cry 4Editar

"Estamos no meio da guerra porra, não temos tempo para turistas."
―Amita após conhecer Ajay, para Sabal[fonte]

Eventualmente, Amita conheceu a membro mais nova do Caminho Dourado, Bhadra. Ela era conhecida pelos religiosos do grupo, incluindo Sabal, como "Tarun Matara", uma deusa viva. No entanto, Amita não a via assim e começou a ficar mais próxima da menina, e sendo uma pessoa realista, começou a treiná-la para poder no mínimo se defender dos inimigos do Caminho Dourado que poderiam tentar atacá-la. Em um desses treinamentos elas viram o retorno de uma equipe do Caminho Dourado que havia sido enviada para resgatar Darpan, um dos principais e mais antigos membros da rebelião. Porém Sabal que estava no comando da equipe disse que Darpan morreu, mas em compensação ele trouxe o filho de Mohan Ghale, Ajay. Ele havia chegado em Kyrat para espalhar as cinzas de sua mãe em Lakshmana mas se encontrou no meio da guerra civil contra Pagan Min. Amita rejeitou inicialmente Ajay, acreditando que "não tinham tempo para turistas"

Ataque em BanapurEditar

"É isso que ganhamos por resgatar o Ajay. Atacamos a casa do Paul e ele massacra uma vila."
―Amita após o ataque em Banapur[fonte]

Eventualmente, De Pleur contra-atacou o Caminho Dourado em Banapur, por eles terem invadido o seu complexo e tirado Ajay de lá. Bhadra foi quase morta (salva pelo próprio Ajay), e Amita se enfurece com Sabal após o ataque ser impedido, acreditando que tudo isso ocorreu por ele ter resgatado Ajay. Mais tarde, o garoto tentou compensar isso resgatando reféns do Exército Real e tomando um dos Postos Avançados para o Caminho Dourado. Amita então o agradeceu, e começou a acreditar que seria melhor tê-lo por perto, ao lado deles.

Discussões com SabalEditar

Após saber que o Exército Real planejava atacar um dos acampamentos do Caminho Dourado, Sabal e Amita voltaram a discutir sobre o que fazer. Ela queria as informações obtida pelos guerreiros já falecidos, enquanto Sabal achava que a prioridade era proteger o outro acampamento, com guerreiros ainda vivos. Caso Ajay apoie Sabal, ele não terá as informações que dizem sobre um ataque ao Monastério Chal Jama, caso ele apoie Amita, Ajay não conseguirá resgatar os membros do Caminho Dourado.

Eventualmente, Longinus os fornece com mais armas e outra informação valiosa sobre De Pleur, que ele usava a antiga fábrica de chá Kyra Tea para plantar ópio. Amita queria capturar a fábrica para usar o ópio, enquanto Sabal queria queimar o ópio. Cabe a Ajay decidir quem apoiar. Após isso, ela ainda irá pedir a ele que proteja as estátuas de Kyra de De Pleur, que planejava destruí-las como parte de uma campanha para afastar as pessoas do Caminho Dourado.

Detendo De PleurEditar

Caso Ajay tenha apoiado Amita na plantação de ópio, ele ligará para ela quando for atrás de De Pleur. Amita irá pedir fotos das torturas que o mesmo realiza na Cidade do Sofrimento, e então irá querer ele vivo para interrogatório. É opcional trazer Paul vivo ou não.

Enfrentando NooreEditar

Mais tarde, de volta a fábrica de chá, Amita se lamentava para Ajay sobre o pouco apoio que tinha no Caminho Dourado. Ela teve outra discussão com Sabal, ambos queriam a fábrica de tijolos da Noore, usada para processar o ópio da fábrica de chá, mas Amita queria mantê-la intacta para uso futuro, já Sabal queria destruir sua chaminé e interior para que não houvesse mais processamento de ópio em Kyrat.

Logo, Sabal e Amita voltam a discutir. Quando Ajay aparece, eles o pedem para matar Noore Najjar, a vice-lord de Pagan Min. O protagonista tenta argumentar que ela havia sido forçada por Pagan a fazer tais coisas, pois Paul tinha a família dela de refém, mas Sabal e Amita insistem que ela "deve ir".

Ajay desaparecidoEditar

Eventualmente Ajay desaparece durante um trabalho para Willis Huntley. O Caminho Dourado é logo contactado por Pagan Min para um resgate ao norte de Kyrat, mas antes que Ajay voltasse para o sul, seu helicóptero caiu no Vale Perdido de Kyrat. Ele acaba contactando novamente o Caminho Dourado para outro resgate, porém ele é encontrado quase morto de frio, congelando no todo da montanha mais alta do Vale.

Caso Ajay tenha apoiado Amita na fábrica de tijolos, ela estará esperando ele acordar na Residência Ghale, afirmando que Sabal estava rezando em algum templo por sua melhora.

Tomando o norteEditar

Com o sul tomado, Amita e Sabal decidem ir para o norte de Kyrat, e mandam Ajay para o trabalho principal: ser o primeiro a contactar o povo de Utkarsh. Lá, ele acaba por matar o dublê de Pagan, Eric.

Mais tarde, Pagan faz uma transmissão ao vivo se gabando de Yuma Lau, sobre como sua força especial iria proteger Pagan de qualquer "terrorista". Isso era na verdade, um gatilho para o Caminho Dourado ir matá-la, algo que todos queriam, e funciona. Amita e Sabal mandam Ajay atrás de Yuma e a mesma é morta em um duelo psicológico com Ghale.

Líder do Caminho DouradoEditar

Logo, Bhadra conversa com Ajay sobre uma última decisão de quem deverá ser o líder do Caminho Dourado: Amita quer destruir o Templo de Jalendu e tomar o que for valioso de lá, Sabal que tomar o templo e deixar as riquezas intactas.

Amita como líder: Caso Amita seja escolhida como líder, ela irá eventualmente pedir para Ajay matar Sabal, antes que possam ir atrás de Pagan. Mesmo que Ajay poupe Sabal, ele irá sumir por um tempo. Após este problema, o Caminho Dourado irá investir contra Pagan e derrubar seu império, deixando Amita como nova líder do Caminho Dourado. Um tempo depois, em Thirta, Ajay irá testemunhar ela forçando crianças e jovens sendo forçados a se unirem ao Caminho Dourado para proteger campos de ópio e papoulas, com Amita afirmando que é necessário sacrificar a liberdade do povo para uma paz duradoura. Ajay então pode matá-la ou deixá-la em paz.
Sabal como líder: Caso Sabal seja líder do Caminho Dourado, ele irá dar a ordem para Ajay matar Amita antes de investirem contra Pagan. Ela será confrontada em sua casa, e Ajay poderá apertar o gatilho e matá-la, ou poupá-la. Ela poderá ser encontrada em um campo ao norte de Banapur montando uma espécie de pequeno grupo.

PersonalidadeEditar

Amita é uma mulher de personalidade forte, se considerando uma guerreira e nativa de Kyrat com muito orgulho. Ela sabe se defender e não teme o conflito. Suas tendências de Esquerda contrariam quase tudo que Sabal quer defender, fazendo-os entrarem em conflito constantemente. Ela é considerada manipuladora por Sabal, além de vitimista, enquanto outros membros a respeitam por ser a "primeira mulher do Caminho Dourado", uma posição que a própria Amita assume ter grande peso. Sua intenção é tirar Kyrat do terceiro mundo, mas para isso ela está disposta a usar de qualquer meio necessário, seja drogas ou forçando moradores comuns a virarem militares do Caminho Dourado.

Aparições em missõesEditar

CuriosidadesEditar

Amita e Sabal discutindo

Amita e Sabal em uma discussão.

  • Após o final do jogo, se Amita foi escolhida para liderar o Caminho Dourado, haverá uma cena com ela em Tirtha. Lá, ela irá revelar suas intenções para transformar Kyrat em um estado totalitário de drogas. Ela começa a ordenar seus soldados para entrarem em aldeias, recrutar jovens para serem soldados de seu novo exército, alegando que os números aumentados são necessários para cumprir com obrigações futuras em Kyrat para um futuro de paz e proteger os campos de drogas. Quando Ajay exige saber o que ela fez com Bhadra, Amita afirma que ela enviou-lhe onde os inimigos do Caminho Dourado não poderão encontrá-la, o que pode ser o fato que ela tinha assassinado Bhadra, principalmente quando ela diz a Ajay "ela não vai mais voltar". O jogador pode então matá-la ou deixá-la viva.
    • Caso não mate ela em Tirtha, poderá reencontrá-la nestas coordenadas: (X: 489,6 Y: 356,9).
  • Caso escolha o lado do Sabal e não matar Amita, pode reencontrá-la no Cerco de Iaques do Xerpa no topo da montanha ao norte de Banapur, mas não terá interação e é tratada pelo jogo como simplesmente um NPC civil regular.

GaleriaEditar

ReferênciasEditar

  1. http://far-cry.ubi.com/en-GB/game-info/characters.aspx
[v · e · ?]
Personagens de Far Cry 4
Protagonistas: Ajay Ghale (Kyrat)  •  Kalinag (Shangri-La)  •  Hurk (Coop)
Antagonistas: Pagan Min  •  Yuma Lau  •  Paul Harmon  •  Noore Najjar  •  Eric  •  Gary  •  Willis Huntley  •  Misra  •  Rakshasa  •  Mestre Sandesh  •  Ramdan Sandhar  •  Singh
Caminho Dourado: Mohan Ghale  •  Ishwari Ghale  •  Darpan  •  Sabal  •  Amita  •  Bhadra  •  Longinus  •  Balin  •  Deepak
Residentes
de Kyrat
:
Mumu Chiffon  •  Rabi Ray Rana  •  Yogi & Reggie  •  Sharma Salsa  •  Chinjan  •  Kanan  •  Raju  •  Dharani  •  Jangbu  •  Digvijay  •  Gandharva  •  Oojam  •  Vibhat  •  Suraj  •  Priya
Outros: Chet Peterson  •  Laura Harmon  •  Ashley Harmon  •  Gang Min  •  Divya Kandala