FANDOM


Citra Talugmai
FC3 cutout citra
A Deusa
Nome: Citra Talugmai
Estado: Opcional
Papel: Aliada
Chefe de missão
Antagonista
Idade: 29
Data de nascimento: 1983
Lugar de nascimento: Rook Islands
Data da morte: 2012 (opcional)
Causa da morte: Acidentalmente morta por Dennis Rogers
Nacionalidade: Rook Islands
Religião: Religião dos Rakyat
Altura: 1.60 m
Cor do cabelo: Preto
Cor dos olhos: Azul acinzentado
Peso: 56 kg
Residência(s): Rakyat
Apelido(s): A Deusa
Afiliações: Rakyat
Dennis Rogers
Jason Brody
Irmão(s): Vaas Montenegro
Criança(s): Possível filho(a) (opcional)
Ator/Atriz: Faye Kingslee
Jogo: Far Cry 3


"Você é forte, poderoso."
―Citra para Jason Brody[fonte]

Citra Talugmai é uma personagem em Far Cry 3. Ela é irmã de Vaas e uma das poucas pessoas na ilha que parece estar do lado do Jason. Conhecida pelos rebeldes como a deus dos guerreiros, Citra está envolvida no mistério de rituais antigos e superstições. Bonita e carismática, ela procura por poder e deseja que a sua tribo volte ao seu tempo de glória. Citra não gosta de perder e vai fazer o possível para que os seus desejos se tornem realidade. Os seus seguidores acreditam nela, e mais importante, ela acredita em si mesma. Isso faz com que ela se torne uma mártir para a sua tribo.

HistóriaEditar

Muito pouco se sabe sobre o início da vida de Citra, mas é revelado, através de conversas com Vaas, que se acredita que Citra seja a irmã mais velha dele. Ela e seu suposto irmão provavelmente nasceram de um relacionamento ilícito. No entanto, Vaas poderia ter sido trago para a Citra quando criança e em uma idade tão jovem, ele poderia facilmente tê-la aceito como sua irmã.

Mesmo na infância, Citra era extremamente exigente, possivelmente forçando seu "irmão" a matar por ela e pela tribo. Na sua ausência, Citra subiu nas fileiras amadurecendo em habilidade de combate e moralidade para assumir o controle dos Rakyat. Esta mistura potente a fez altamente respeitada dentro da comunidade Rakyat, mas ela também é muito vaga em seus métodos se observada de outra forma.

Com o tempo, Vaas a deixou para trabalhar com Hoyt Volker, um traficante famoso do pacífico sul que começou a tomar controle da ilha com seus Piratas/Privateers. Citra e os Rakyat se isolaram em pequenas partes da Ilha Norte, enquanto perdiam o resto dos territórios. Vaas se tornou o líder dos Piratas e chefe da Ilha Norte sob o comando de Hoyt, lutando contra os Rakyat e Citra constantemente.

Dennis Rogers, um dos soldados mais fiéis e capazes de Citra, trouxe ao longo do tempo alguns homens para ela, julgando serem os escolhidos que iriam trazer paz a vila, mas todos falharam.

Far Cry 3Editar

Após conhecer Jason Brody e ver a sua capacidade, Dennis começou a achar que ele poderia ser aquele que traria a ilha de volta a seu povo. Ele a introduziu a Citra, que se manteve cética quanto a Jason. Ela o mandou a uma busca para provar o seu valor, atrás de uma faca tribal. Eventualmente, Jason consegue, e derrota demônios interiores em viagens alucinógenas causadas por Citra, que contava a ele a história de seu povo e da ilha. Ao ver que ele seria digno de liderar os Rakyat, ela faz sexo com Jason e o deixa no comando dos guerreiros para irem atrás d Vaas.

Eventualmente, Vaas é morto, e Citra traz Jason de volta ao templo, onde cuidou dele. O herói da tribo prometeu que iria atrás de Hoyt (que tinha seu irmão na Ilha Sul). Com Riley solto e Hoyt morto, Jason eventualmente descobriu que enquanto fora, Citra capturou seus amigos. Ela acreditava que Jason precisava se libertar deles, para que se dedicasse a ilha o tempo todo. Jason então deve escolher entre ficar com Citra e matar seus amigos, ou soltá-los e abandonar a ilha.

Caso ele fique, Citra e Jason farão sexo novamente, e após isso ela irá matá-lo, afirmando que dará luz a um guerreiro ainda mais promissor, o filho de Jason.

Caso Jason solte seus amigos, Dennis irá xingá-lo, e numa tentativa desesperada, tentará esfaquear Jason, mas Citra entrará na frente e o salvará. Com Citra morta, Dennis se desmanchará em lágrimas e Jason irá embora com seus amigos da ilha.

Personalidade e traçosEditar

Para as pessoas comuns de Rook Island, Citra é uma figura semi-divina e talvez o único farol legítimo de esperança para os Rakyat. Sua persona misteriosa e imponente faz com que ela pareça quase outra mundana e sua beleza e conhecimento dos segredos e poções da ilha cimentam essa imagem. Ela parece ter um amor genuíno por seu irmão Vaas, que pelo menos em um ponto parecia ter sido recíproco.

No final da história, Citra revela que ela não é apenas uma manipuladora astuta, mas uma fanática pela mitologia de Rakyat. Ela se apaixona por Jason não por quem ele é, mas pelo guerreiro que ele se tornou e pela promessa de conceber o "guerreiro perfeito" com ele. Ela usa sua beleza e certas alucinações para tentar manipular Jason em matar seus amigos e único irmão restante para cortar seus laços com o resto do mundo. Se ela for bem sucedida, ela recebe seu "guerreiro supremo" e o usa para conceber algo que governará o Rakyat e então mata Jason de uma forma ritualística, apunhalando-o no peito com a mesma faca antiga que ele trouxe para ela no início do jogo.

CuriosidadesEditar

  • Citra pode ser considerada uma antagonista de Far Cry 3, já que o trai em ambos os finais (capturando seus amigos ou matando Jason).
  • Citra é um nome comum na Indonésia e Malásia.
  • Seu cabelo é similar ao de Clara Lille em Watch_Dogs.

GaleriaEditar

  • Arte de Citra.
  • Arte conceitual de Citra.